Editora Vozes
Product ID: 3428
Product SKU: 3428
Cadernos de Antropologia da Educação - Volume 3

Cadernos de Antropologia da Educação - Volume 3

Marca: Editora Vozes Referência: 3428

Carregando...

No nosso mundo globalizado, desconcertados, a uma contínua e persistente perda de direitos. Uns afundam e desaprecem no abismo a exclusão e da miséria; outros; dominados pela razão "instrumental",  esgotam-se no prazer de consumir.

 

Habilidades,normas, valores, técnicas e conhecimentos são transmitidos, tendo como telão de fundo as necessidades do sistema econômico-produtivo, não o desenvolvimento do sujeito humano. Se ambas demandas se revelam incompatíveis no sistema capita, a qual delas deve a Antropologia da Educação? Será possível romper os controles e resgatar a dimensão libertadora da cultura, recuperando o indivíduo para si?


Cadernos de Antropologia da Educação pretendem ser uma reflexão sobre os fundamentos antropológicos do processo educativo. Acordamos da inocência instintiva quando estramos em contato com o mundo cultural. Em todo educando está presente o tecido social da comunidade que o desperta para o humano. O provérbio africano que ensina: para educar uma criança necessita-se uma tribo inteira, exprime bem a realidade social do Indivíduo.

 

Mas, como educar numa sociedade dominada pelo individualismo possessivo? Como transformar o educando se, atropeladas pelo poder econômico, as pessoas parecem ter perdido a capacidade de desenvolver um pensamento autônomo e,por isso, de agir politicamente?

 

O "inacabamento ou inclusão" do ser humano, à vista da violência e da escandalosa desigualdade da nossa realidade social, questiona a estrutura escolar e as diferentes concepções pedagógicas. Para que utopia aponta o nosso  modelo educativo? Que cultura está sendo repassada às novas gerações? Pensar que o aperfeiçoamento dos órgãos repressivos e o aumento do contingente policial são a solução para resolver os diferentes tipos de violência, é um engano.

 

Caso aceitamos ver a pessoa como um fim em si mesma,somente uma cultura de libertação nos vale como projeto educativo.

 

Leopoldo Jesús Fernández González é professor adjunto da Universidade Federal de Rondônia, doutor em Antropologia Social e Cultural e mestre em Filosofia dos Valores (Ética).

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


    Confira também