Editora Reflexão
Product ID: 5096
Product SKU: 5096
New In stock />
Do Divórcio ao Romance: Uma nova relação entre teologia e espiritualidade

Do Divórcio ao Romance: Uma nova relação entre teologia e espiritualidade

Marca: Editora Reflexão Referência: 5096

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete
O livro trata do divórcio entre teologia e espiritualidade no cristianismo ocidental. Essa ruptura é fruto de antigas mudanças na maneira de se fazer teologia a partir do século XII, quando a teologia ganha status de ciência sendo então o carro chefe das principais Universidades européias recém criadas, como fora o caso da famosa Universidade de Paris. O protagonismo da razão especulativa (que prepara o terreno no qual mais tarde se estruturará o racionalismo moderno) tem sua gênese nessa mudança que ocorrera no registro epistemológico da teologia a partir da acolhida do instrumental filosófico aristotélico. A espiritualidade, paulatinamente, foi sendo colocada à margem na metedologia teológica. Como dirá Von Balthasar, aos poucos deixa de existir o teólogo que é ao mesmo tempo santo. Mas a partir da crise instaurada desde a fragmentação da modernidade sustentada sobre o racionalismo iluminista, essa nefasta separação entre teologia e espiritualidade passa a ser seriamente questionada e denunciada por lúcidos pensadores da teologia. Já em pleno século XX, os mais importantes teólogos levantaram-se em prol da premente necessidade de uma nova unidade entre teologia e espiritualidade. E hoje, em pleno século XXI, devemos levar em conta nosso atual horizonte da fé. Portanto, a fé cristã hoje carece de um novo romance entre teologia e espiritualidade. Precisamos de uma teologia mais espiritual e de uma espiritualidade mais teológica. Experiência e discernimento são palavras chave aqui. Esse texto é o resultado de nosso desejo de olhar de perto e ver como a dinâmica da teologia atual ainda está gravemente marcada por um racionalismo estéril, pois desapegado do real. Num primeiro momento, abordamos essa realidade olhando como a teoria do conhecimento se configura nos dias atuais no Ocidente, em âmbito filosófico e teológico. Vimos como a chamada pós-modernidade questiona a sensibilidade cultural moderno-racionalista. Hoje está patente a necessidade de a espiritualidade transpassar todo o processo da construção teológica. Portanto, nessa jornada percorremos essa questão da ruptura entre teologia e espiritualidade a partir de um duplo olhar: um vislumbrando o hoje dessa relação na epistemologia (primeiro capítulo), e outro de cunho histórico-teológico (segundo capítulo). Depois, colocamos o diagnóstico feito frente a dois paradigmas de interpretação. O primeiro paradigma vem da metedologia teológica proposta pelo teólogo neocalvinista, Karl Barth. E o segundo paradigma vem da teologia latino americana da libertação.

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Condição: Novo
  • Encadernação: Brochura
  • Data de Publicação: 2011

Confira também