Editora Vozes
Product ID: 5247
Product SKU: 5247
Educação e Autoridade

Educação e Autoridade

Marca: Editora Vozes Referência: 5247

Carregando...

A ideia de autoridade situa-se no cerne da ação educacional. Ela está associada à imensa responsabilidade assumida por todo aquele que inicia algo, que inspira algo em alguém. 

 

Em suas diversas dimensões, a autoridade é exercida sempre dentro de certos limites, cuja ultrapassagem é a marca de todo autoritarismo. 

 

Particularmente importante é a autoridade do professor, cujo exercício é absolutamente fundamental para a vivência da tolerância como valor maior. 

 

Seguindo esta perspectiva, o autor aborda temas como: autoridade e liberdade, autoridade e criação, autoridade e poder, autoridade dos pais, autoridade do professor, autoridade e conservadorismo, entre outros. 

 

A expectativa é a de que uma análise das questões fundamentais inerentes a tais temas possa iluminar a ação docente, tendo em vista a superação da tão mencionada crise na Educação.


Diversos indicadores, em diferentes processos de avaliação, tornaram indiscutível a constatação de que a Educação brasileira está em crise. As análises sobre as razões dessa crise, no entanto, já parecem bem mais controversas. Além das dificuldades econômicas, com a limitação de recursos financeiros, e dos problemas metodológicos, incluindo-se a formação dos professores, existem outras razões decisivas que agravam ou até geram essa crise. 

 

No presente trabalho o autor analisa as raízes mais fundas da ideia de autoridade. Ao associá-la diretamente com a ação consciente, que vai além da mera reação e adentra o terreno da resposta, da responsabilidade, as várias facetas do conceito vão surgindo naturalmente.

 

A explicitação dos limites inerentes a todo exercício de autoridade, ao mesmo tempo em que se estabelece a relação direta com a ideia de tolerância, afasta decisivamente o fantasma do autoritarismo, que não tão frequentemente contamina tal noção. 

 

O exame das diversas dimensões da autoridade - o pai, o juiz, o chefe, o professor -, com suas naturais imbricações, pode servir para iluminar certas implicações das ações educacionais, permitindo que as responsabilidades sejam assumidas, sem a indesejável invasão de privacidade que conduz à destruição da autonomia . Afinal, o fio da navalha educacional consiste precisamente no exercício consciente da autoridade, sem prevaricação nem autoritarismo. 


Nílson José Machado é professor da Universidade de São Paulo (USP) desde 1972. Lecionou inicialmente no Instituto de Matemática e Estatística, tendo-se transferido, em 1984, para a Faculdade de Educação, onde é professor-titular e atua na graduação e na pós-graduação, tendo sido chefe do Departamento de Metodologia durante seis anos. No biênio 1993-1994, foi professor-visitante do Instituto de Estudos Avançados da USP, no Programa Educação para a Cidadania. Publicou muitos livros, sendo que diversos deles são voltados para a área da Educação, e mais de uma dezena para crianças a partir de 6 anos - todos em linguagem poética. 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.

Características


  • Condição: Novo
  • Encadernação: Brochura

Confira também